18 de junho de 2020
0
||||| 0 0 |||||
260

Após polêmicas entre MIBR e FÚRIA, o que esperar das equipes:

Tempo de leitura: 3 minutos

Que mês para o cenário do E-Sport brasileiro. Após o título inédito da Fúria na DreamHack Master Spring contra a Liquid, no último dia 14, o CS:GO brasileiro seguiu em alta.

O último assunto que movimentou as redes sociais foi a sequencia de farpas de jogadores da MIBR (FER, TACO e KNgV) para os players da Fúria, onde apenas arT e Hen1, além do Coach Guerri se pronunciaram, evitando o confronto e passando panos quentes na situação.

Após uma era de lua de mel, onde as duas equipes cultivavam uma relação harmoniosa, onde faziam até mesmo live de jogos juntos e com a Fúria chegando a evitar até mesmo uma eliminação precoce em um torneio disputado em maio, o clima entre as instituições azedou.

Com isso, ganha e perde o cenário brasileiro. O lado bom de toda essa polêmica é que nenhuma das equipes, ainda mais, irá querer perder para a rival, tendo em vista a rivalidade que se instalou entre as duas, elevando o nível tanto da disputa quanto do CS brasileiro.

O lado ruim é que essa separação pode enfraquecer nosso cenário com relação aos times europeus, que hoje já possuem enorme vantagem em comparação a MIBR, Fúria e outros.

Em um país em que o cenário do E-Sports recentemente trocou a engatinhada pelos primeiros passos, em comparação a outros jogos e países, essa rixa pode aumentar o interesse do grande público brasileiro, mas pode enfraquecer as duas equipes no exterior, com elas caminhando sem o apoio uma da outra.

Capitão da MIBR, Gabriel ‘FALLEN’ tratou de passar panos quentes na situação.
FOTO: Divulgação – MIBR

O Capitão da MIBR, Gabriel ‘FALLEN’, se pronunciou sobre essa rivalidade: “Não há competição sozinho. Por isso nesses tempos de estranhamento e algumas polêmicas aproveito o espaço para parabenizar e agradecer todos meus adversários, em especial os meninos da Fúria e outros brasileiros, por erguerem o patamar da competição”, disse ele.

Para ele, apesar dos animos mais aflorados de seus parceiros de equipe, não há razões para que isso ultrapasse o servidor. “Dentro do server sempre brigaremos mas sem motivos para nada além disso. Espero que possamos evoluir com tudo isso”, finalizou ele.

Em live, o streamer e principal nome na transmissão do CS no país, Gaules reforçou que esse clima uma hora chegaria. “Eu estava até estranhando esse clima de lua de mel. Não vou ficar incitando a fogueira, mas estava estranho. Uma hora o fio desencapa, aí é fogo para tudo o que é lado. A treta é quando os dois jogam, isso que é mais legal” argumentou.

Pela parte da Fúria, o Head Coach Nicholas ‘Guerri’, o conflito ocorreu por uma imaturidade dos membros da MIBR. “Meus jogadores são dez vezes mais maduros e responsáveis do que esse jogador falando de nós (FER, TACO e KNgV) sem necessidade. Não estão se pronunciando, estão espalhando ódio. Fomos extremamente corretos, não entramos em discussão. Ficamos quietinhos”, explicou Guerri.

Guerri, que tomou às rédeas da situação por parte da Fúria

Para ele, por tudo que já conquistaram o E-Sports, os jogadores na MIBR precisam se portar melhor. “Até ontem, éramos fãs dos caras, fomos assistir os caras na BLAST em Miami ano passado. Sendo sincero, o Yuri tem 20 anos, o KSCERATO tem 20, o FalleN e o fer têm 28. Os meninos estão no começo. É triste ver jogador espalhar esse ódio e mostrar essa emoção com tanta raiva, onde ele está mais próximo do fim da carreira do que o Yuri, por exemplo. São atitudes que não condizem com o ídolo que ele é. É uma ação covarde. Ninguém fez nada de errado. Eu tenho orgulho inimaginável, não troco meus jogadores por ninguém”, bradou o coach.

Polemicas a parte, a Fúria joga nesta quinta (18) por sua permanência no Blast Premier Spring às 18h30 de Brasília, contra a Team Liquid, que foi derrotada pela Evil Geniuses na última quarta (17).

Com tanta polêmica envolvida, MIBR e FÚRIA ainda podem se enfrentar pelas finais da competição. A MIBR enfrenta o vencedor da série, enquanto a Fúria encara a Liquid. Com ambas vencendo seus jogos, a final de domingo (21) pode pegar fogo.

Compartilhe:
Tags:

Sobre George Dantas

Content Creator at @90GoalsBR

  • Email

Comentar