11 de março de 2020

Ainda tem jogo mas é preciso jogar mais!

Ouça essa matéria
Tempo de leitura: 4 minutos
Andrey demonstrou muita vontade na partida e se destacou ( Foto: Divulgação/Paraná Clube )
Andrey demonstrou muita vontade na partida e se destacou ( Foto: Divulgação/Paraná Clube )

O Paraná Clube de Alan Aal mesmo saindo derrotado do duelo contra o Botafogo por 1×0, demonstrou boas virtudes e boas ideias.

Foi um jogo em que boa parte da torcida imaginava que o Paraná iria jogar retrancado e em transição de contra-ataque para buscar uma bola, porém o que se viu no estádio Nilton Santos, foram duas equipes buscando o gol a todo momento. Por mais que o jogo nem de longe foi bom tecnicamente, acabou sendo de oportunidades lá e cá os 90 minutos.

A partida!

O jogo iniciou como já esperado, o Botafogo como mandante e com o apoio de sua torcida, partiu para cima do tricolor nos primeiros minutos. Mesmo se defendendo bem, o Paraná estava muito nervoso em campo, errando passes fáceis. Foi após uma subida ao ataque, aos 11 minutos, surgiu o primeiro gol dos botafoguenses, em um chute cruzado e com precisão de Luiz Fernando.

Com o gol, o tricolor sentiu o baque e ficou ainda mais nervoso no jogo. Normal pra um time com a média de idade muito jovem, ainda mais sendo base atuando no estádio cheio do adversário. Os erros de passes atrapalhavam muito e faziam o Botafogo criar oportunidades em contra-ataques. O adversário levou vantagens sobre os Paraná, principalmente no mano a mano com Bruno Nazário, Luís Henrique e Luiz Fernando. Porém Alan Aal foi inteligente em adiantar uma linha de quatro jogadores jovens e rápidos para pressionar a defesa botafoguense; com isso o alvinegro errava muitos passes na sua saída de bola, mas o nervosismo atrapalhava o Paraná, que não conseguia aproveitar a recuperação da posse de bola no seu campo de ataque.

No segundo tempo

Na volta do intervalo o Paraná entrou melhor no jogo, conseguiu se adaptar ao ambiente, também contando com a queda física do time carioca, o Paraná em vários momentos ofereceu perigo em suas jogadas de contra-ataque. Mas não conseguiu balançar as redes por ter uma dificuldade em propor o jogo, pensar em jogadas, e efetuar para furar a defesa adversária, coisa que não é de hoje.

A dificuldade do Paraná em transformar sua posse de bola no campo de ataque em jogadas verticais e de infiltração se dá pela falta de qualidade técnica dos jogadores de frente. Houve muita vontade de todos, principalmente de Andrey, que chamava o jogo, tentava fazer as jogadas, chutava de longa distancia, mas não era o bastante.

Outros destaques do time tricolor foi Renan Bressan, o jogador mais lúcido do time, que mais fez o Gatito Fernandes trabalhar, porém sofreu com a marcação dos jogadores alvinegros e não pode ser efetivo como em outros jogos. Carlos Dias fez um belo jogo, o garoto prodígio da base tricolor, controlava bem a meia cancha defensiva, fazendo os botafoguenses explorarem mais o jogo pelas laterais.

Carlos Dias, garoto da base vem se destacando em suas partidas. Olho nele. ( Foto: Dhavid Normando/Folhapress )

Ainda está tudo em aberto.

Agora é a hora do torcedor paranista acreditar nesta garotada comandada pelos veteranos Renan Bressan e Fabrício. Hora de aproveitar a promoção de ingressos e lotar a Vila Capanema na quarta-feira dia 18/03 as 19:15.

O Paraná terá que ser mais assertivo do que vem sendo e errar o mínimo possível para poder avançar na copa do Brasil. Não será nada fácil, vai ser uma partida para jogar com cautela, sem afobação e ser o mais eficaz possível no ataque.

A equipe do Botafogo tem suas limitações e o tricolor terá que fazer o jogo do ano até aqui e faturar mais uma boa quantia em dinheiro na rentável copa do Brasil.

Dados da partida retirados do footstats

Share this:
Tags:

About Luiz André

Luiz André

Nascido em Curitiba - mas catarinense de coração. Avaiano, com muito orgulho!! Fã de futebol, MMA e PW. Tentando aprender sobre a NFL a cada dia! Escrevo besteiras no Twitter @Ninety_fut

  • Website
  • Instagram
  • Email

Add Comment

Pular para a barra de ferramentas