quarta-feira janeiro 22 2020
14 de janeiro de 2020
3
||||| 3 n |||||
426

Athletico Paranaense: Aspiramos por reforços

Revelações e contratações

Como em anos anteriores, o clube aposta principalmente na revelação de atletas através do Campeonato Paranaense. Faz contratações pontuais para a equipe principal e aposta em jovens para a disputa do estadual. O Athletico faz contratações que surgem como oportunidades de mercado, como foi Thiago Heleno e Lucho Gonzalez em 2016, Grafite em 2017, com Raphael Veiga e Rony em 2018, Thonny Anderson, Cittadini e Robson Bambú em 2019.

Para temporada de 2020, a equipe trouxe apenas três reforços para o time principal. Marquinhos Gabriel veio por empréstimo junto ao Cruzeiro, Carlos Eduardo veio emprestado do Palmeiras e Fernando Canesin veio do futebol belga. Todos esses reforços são para o setor ofensivo, mas ainda falta o nosso camisa 9, Marco Rúben fará falta.

As outras contratações do Furacão são jovens apostas, atletas que podem evoluir e crescer dentro do clube. São jogadores que podem dar ganho técnico durante o ano e podem gerar ganhos em futuras negociações. Nesse modelo, o Athletico trouxe Julimar e Reinaldo do Criciúma, Denner do Juventude, que são grandes apostas para o futuro.

Com todo esse planejamento, devemos torcer para ter algum grande destaque na equipe aspirante e esse servir como reforço ao time principal. Vale ressaltar que temos formados ótimos jogadores que, de fato, viram nossos grandes reforços. Por isso vamos falar sobre os reforços que vem de casa.

Como foi:

Poucos foram os atletas que se destacaram assim que subiram para o time principal, o trabalho é mais longo e a maioria ganhou destaque em temporadas futuras.

Em 2013, primeiro ano do time sub-23, tivemos algumas revelações que ajudaram nosso time durante toda a temporada, no Campeonato Paranaense tivemos como destaques: o goleiro Santos, o lateral Léo, os meias Hernani e Zezinho e os atacantes Marcos Guilherme e Douglas Coutinho. Desses atletas, apenas Léo e Zezinho não eram pratas-da-casa.

Hernani em ação no paranaense. Foto: Site oficial do Atlético-PR/Divulgação

Em 2014, o time principal disputaria a Copa Libertadores e havia necessidade de contratações, mas novamente o sub-23 “emprestava” jogadores ao time principal. Alguns destaques e reforços daquele time foram: Léo Pereira, Marcos Guilherme, Otávio, Douglas Coutinho, Nathan e Mosquito.

No ano de 2015, a equipe de aspirantes não foi bem mas conseguiu revelar alguns atletas, porém abaixo do esperado. Sidcley, Mário Sérgio e Ricardo Silva foram alguns nomes que integraram o time principal, porém não “reforçaram” o time, foram apenas compor elenco.

Em 2016 alguns atletas do aspirante despontaram como peças-chaves no elenco, casos de Otávio e Hernani, que nos ajudaram a conquistar uma vaga na pré-Libertadores. Mas alguns atletas compuseram o elenco como Ricardo Silva, Mário Sérgio, Matheus Rossetto, Douglas Coutinho.

2017 começou logo para o Furacão, tendo a pré-Libertadores a equipe trouxe alguns reforços como Grafite (artilheiro do Brasil em 2016) e Carlos Alberto. No Campeonato Paranaense tivemos o destaque e apareceram Gustavo Cascardo, João Pedro, Matheus Anjos, Nicolas e Yago.

O melhor ano de reforços caseiros:

O ano de 2018 foi o melhor em termos de revelações e resultados do time aspirante. Sub-23 campeão Paranaense e revelação de Bruno Guimarães, Renan Lodi (já havia aparecido no time principal), Léo Pereira (já havia jogado outro Paranaense e sido emprestado ao Orlando City) e do técnico Tiago Nunes. Além destes atletas que eram fundamentais ao time principal, tivemos Marcinho e Zé Ivaldo que contribuíram com o time.

Bruno Guimarães, um dos maiores reforços caseiros. Créditos: Miguel Locatelli/Site Oficial

Em 2019 o resultado em campo foi melhor que as revelações, subiram e foram importantes para o time principal os atletas Khellven, Lucas Halter, Erick e Vitinho, destes, nenhum foi titular absoluto, mas participaram de vários jogos durante o melhor ano do Furacão.

O que esperar?

Em 2020 podemos esperar que alguns atletas, já aproveitados no time principal, retornem ao time de aspirante para pegar mais experiência e de fato, virem reforços para o Athletico. Dessa maneira, devemos esperar que atletas com Khellven, Lucas Halter e Vitinho, virem peças-chaves do time de aspirante e retornem ao principal para lutar por vaga no time.

Das apostas, acredito que Julimar seja a grande aposta como número 9 e deve figurar constantemente no time principal, sendo inclusive inscrito na Libertadores. Denner é outra oposta muito grande para suprir a ausência de um camisa 10, era o grande destaque do Juventude e já foi contratado ainda em 2019.

Não podemos esquecer dos atletas que estão disputando a Copa São Paulo, temos ótimos jogadores no setor ofensivo como Vinícius Mingotti, Jajá, Paulo Victor e Bruno Leite (fez parte dos aspirantes em 2019 e retorna de lesão). Para o setor de meio campo aposto em Kawan. Na defesa tem Luan Patrick (campeão mundial sub-17) e Gabriel Fornari (já figurou no time principal em 2019).

Jajá, um dos destaques na Copa São Paulo, pode ser um reforço ao time principal. Créditos: Cahuê Miranda/Site Oficia

O que precisamos?

O time de Dorival Júnior precisa de alguns reforços pontuais, a chegada de um ou dois atacantes de referência, o famoso 9. Precisamos de um meia armador (camisa 10), precisaremos de mais um volante que marque e ataque, suprindo a possível saída de Bruno Guimarães, é necessário também um volante de marcação para substituir o Wellington e precisamos de um lateral direito.

Porém dentre todas essas necessidades, acredito que a carência maior seja o atacante de referência, que vem pra ser titular. Nas demais posições seria jogador pra disputar posição, pois estamos bem servidos na posição.

Agora é torcer e aguardar para que consigamos trazer esses reforços pontuais e que nosso aspirante nos forneça atletas que vistam nossa camisa como merecemos.

#pracimaathletico

#maiordoparana

Share this:

About Paulo Eduardo Freitas

Paulo Eduardo Freitas

Casado e pai de duas lindas meninas. Bacharel em Ciência do Esporte pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) Treinador da categoria sub-17 do Imperial Futebol Clube, de Curitiba

  • Instagram
  • Email

3 Comments

Add Comment